2ª colocada no Prêmio MicroConto de Ouro



MARIANA MAGALHÃES BERNICCHI é uma professora de 22 anos graduada em Letras. Também batalha pela visibilidade autista e neurodiversa e, inclusive, já palestrou sobre o assunto. Contudo, creio que vocês não estão lendo isto para saber mais sobre a Mariana professora, a Mariana ativista ou a Mariana palestrante. O interesse real aqui é conhecer o hobby da Mariana Escritora, a alquimista das palavras, que enxerga a expressão escrita como um infinito de possibilidades. Esta Mariana é apaixonada, intensa e impiedosa. Lê diversas obras da literatura, mas tem um apreço particular pelo terror. Sua cor favorita é vermelho, e essa informação não é apenas relevante; é essencial (ela ama vermelho).



DEPOIMENTO DA AUTORA


“Quando o prêmio foi anunciado, tive vontade de escrever um microconto. Não porque estava contando com a vitória, e sim para participar. Eu teria me contentado se meu nome estivesse dentre os autores participantes. Assim que abri o arquivo com o resultado, comecei a ler os textos vencedores, até que pensei: ‘espere um pouco… esse texto é meu!’ Foi uma sensação incrível ser contemplada com o segundo lugar e receber todo esse reconhecimento. Mal consigo acreditar.”


O MICROCONTO


Não me leve flores


Sinto as plantas. O odor da terra. Cravos crescem. Orquídeas. Rosas vermelhas. Rosas brancas. Onde? Abaixo do solo. Imaculadas. Nutridas pela luz. Dor não sentem. Agonia tampouco. E sem ar? Sufocam. Todas elas. Ou morrem. Uma pena. Vejo-as daqui. Isto é um código. Venha já. Agora leia as maiúsculas.


A Casa Brasileira de Livros agradece imensamente à Mariana e a todos os inscritos pela excelente resposta que o Prêmio MicroConto de Ouro obteve em sua primeira edição! Temos certeza de que todo o esforço valeu a pena!

195 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo