top of page
  • Foto do escritorCasa Brasileira de Livros

Pena de Ouro 2023: CONHECENDO OS SEMIFINALISTAS | MARILICE COSTI [CATEGORIA POEMA]



CONHECENDO OS SEMIFINALISTAS | MARILICE COSTI


Especialista em Arteterapia e capacitada em Neuropsicologia da Arte, Mestre em Arquitetura, Graduada em Arquitetura e Urbanismo. Escritora, contista, poeta, artista plástica. Docente e palestrante. Sua produção transita por: arteterapia, literatura, cuidado, singularidade, arquitetura, urbanismo, o cuidador, feminismo, maternidade, mães cuidadoras, e muitos outros assuntos. Faz parte do Projeto Autor Presente do Instituto Estadual do Livro (RS) em várias edições. É presidente atual da Academia Literária Feminina do Rio Grande do Sul, cadeira 7. Pioneira em oficina de poesia (1995) - Centro Municipal de Cultura de Porto Alegre/RS, quando utilizou recursos artísticos para estímulo criativo, registrados em pesquisa no livro de 2018. Ministra cursos e oficinas on-line e presencial. Atende pessoas com bloqueio na escrita, valoriza a singularidade e utiliza múltiplos recursos artísticos para estimular os processos criativos. Atua na Arteterapia e na Literatura em cursos e workshops, e é docente em pós-graduação na FAMAQUI.


Livros

- As palavras e o cuidado – Arteterapia e Literatura (2018), seu nono livro, é fruto de sua experiência em oficina de poesia, trata de criatividade, respeito à expressão dos alunos, estímulos com recursos artísticos e da importância da poesia para cuidar de nosso interior.

- A fábula do cuidador (2016) contém um texto leve e repleto de metáforas, resgata

nosso imaginário infantil e nos posiciona adultos, mas fundamentalmente reforça a importância do cuidado e do autocuidado, traz o direito do cuidador de ser feliz.

- O romance Gatilho nas palavras (2012) borda relacionamentos complexos e a comunicação dos dias atuais de internet.

- Tempos Frágeis (2009) contém contos da década de 70-80 sobre a singularidade, a

exclusão social e a solidão, em uma época em que o idoso, as deficiências psicossociais e físicas, e as minorias, não eram consideradas.

- Ressurgimento (2005) poesia, traz uma analogia entre sua calopsita e a vida das

mulheres, a morte, o coletivo e a amizade. - Em 2006, recebeu o Prêmio Açorianos de Literatura – livro de Poesia.

- A influência da luz e da cor (2002) resulta de uma pesquisa com revisão de literatura,

percepção ambiental e avaliação pós-ocupação em estabelecimento de saúde, com o tema luz e cor e sua influência psicológica e ambiental, na configuração do espaço - dissertação de mestrado na UFRGS. (esgotado)

- Como controlar os lobos? Proteção para nossos filhos com problemas mentais (2000)

foi feito em manuscrito em 3 horas no final do século XX, contém o relato da sua vida familiar com seu filho autista, para denunciar à comunidade, os muitos “lobos ávidos e sempre prontos a abater” seu filho, os perigos, os riscos, os cuidados necessários e sempre urgentes numa sociedade não inclusiva.

Seus primeiros livros foram de poesia: Mulher ponto inicial (1985) e Clichês Domésticos (1994) com o universo feminino, a vida doméstica cotidiana, a fragmentação e o erotismo.

Em 2008, criou a revista O Cuidador, foi editora-chefe de 40 edições além de capista. Seus artigos são encontrados em livros, em anais de Congressos e em diversos sites na internet.


Prêmios

2024 - Prêmio Pena de Ouro – 4a. Edição – semifinalista – com o poema Esvoaçar da palavra;

2023 - Prêmio Estrella del Sur - Montevidéu, Uruguai;

2021 -Trajetórias Culturais RS - Mestra Griô Sirley Amaro, Porto Alegre/RS;

2014 - Prêmio Brasil Criativo – finalista em mídia impressa – revista O Cuidador, São Paulo/SP;

2006 - Prêmio Açorianos de Literatura - livro de poesia – Ressurgimento, Porto Alegre/RS;


Encontre mais em seu site www.marilicecosti.com.br , onde mantém seu blog.

17 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page