top of page

PRATA DA CASA | CONHEÇA OS FINALISTAS: CLAUDIONOR APARECIDO RITONDALE




SOBRE O AUTOR


Claudionor Aparecido Ritondale nasceu em São Paulo, no dia 21 de fevereiro de 1957.

Escritor premiado, Mestre em Literatura pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, sócio da União Brasileira de Escritores.

Tem 63 livros publicados, nos mais diversos assuntos, tanto ficcionais (em vários gêneros, em prosa, poesia e teatro) como não ficcionais, além de livros traduzidos).

Além de ser escritor, Claudionor é revisor de textos, palestrante e tradutor em diferentes idiomas (inglês, italiano, espanhol e francês). Também já escreveu prefácios e apresentações a livros de outros escritores.

Gostou? Siga sua página no Instagram: @ClaudionorRitondale  

O poema finalista do “Primeiro Prêmio Prata da Casa”, da Casa Brasileira de Livros, que tem o título de “Não sei fazer poemas” consta do livro “Magias Inconclusas”, publicado pelo Clube de Autores (clubedeautores.com.br/livro/inconclusos-mitos), em versão física e digital, no ano de 2009.



O POEMA FINALISTA

NÃO SEI FAZER POEMAS


Não sei fazer poemas,

Por isso desencanto,

Rimo os ventos que aspiro,

Rumo ao sabor da desordem,

Fujo de rotinas,

Apenas capturo serenos,

Sonorizo o ar,

Velejo sentidos.


Não sei compor saudades,

Desinvento emoções,

Suo o quanto existir de metro,

Mas apenas faleço o silêncio.


Não sei desatar nós de ideias,

Desconheço concretismos,

Vivo de teias minadas,

Sofro sonhos inauditos,

Peço perdão aos que pecam,

Sofro de imetaforismo.


Não sei rumar horizontes,

Padeço de excomunhão,

Pertenço ao reino dos ínfimos

Monarcas da ignorância.


Rio sem motivo,

Vago em irracionalidades,

Vou digerindo o Cosmos

De minha medíocre infância inculta.


Mas sei que irrefletidamente

Farei a lágrima brotar

De minha sincera ruga

De tanto tentar flagrar,

Em minha existência miúda,

Um pouco da árida luta,

Sua e minha, amigo entretido,

De vencer as palavras,

Lácteas formas de um não sei

Que vira poesia a um toque

De misturá-las conosco,

No simples fato de dizer.


10 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page