top of page

PRATA DA CASA | CONHEÇA OS SEMIFINALISTAS: MAURO ODDO NOGUEIRA




SOBRE O AUTOR

MAURO ODDO NOGUEIRA é niteroiense de nascimento  e paixão, e lumiarense por devoção. Engenheiro, administrador, mestre e doutor em Engenharia, trabalhou e (orgulhosamente) lecionou por anos nessas áreas. Hoje é pesquisador e (orgulhosamente) professor do Mestrado do Ipea, dedicando-se nesse instituto ao estudo das pequenas empresas, da informalidade e da precarização do trabalho no Brasil, com três livros publicados na área.

Mas esse seu lado "exatas" sempre andou junto e misturado à arte. Poesia e fotografia desde menino fazem parte de sua vida, além de uma breve passagem pelo teatro. Durante esse tempo, foi juntando poemas na gaveta, alguns deles tendo virado letras de músicas e outros que fizeram parte de algumas antologias poéticas. Além disso, é um dos criadores e produtores do LumiAR-TE, encontro de artes que já vai para sua décima edição.



O POEMA SEMIFINALISTA


AS PEDRAS NÃO FALAM


No meio do caminho tinha uma pedra

tinha uma pedra no meio do caminho.


E não era uma; eram duas, eram três, eram quatro,

muitas eram as pedras no meio de muitos caminhos.

Pedras que estorvavam os caminhos pelas calçadas.


Mas a pedra, pedra não era, pois a pedra respirava,

vida mineral sob um cobertor cinza de pedra embrulhada

estendida no meio do caminho, deitada na calçada.


Mas a pedra, era sim, era pedra,

pois sequer um olhar a divisava

e da pedra cada um se desviava. 


Tinha uma pedra no meio do caminho

no meio do caminho tinha uma pedra.



11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page