Prémio Internacional

PENA DE OURO

3ª edição (2022)

Pena De Ouro - Escritor.png
 

Perguntas e Respostas

Neste espaço, você encontrará respostas às perguntas mais frequentes. Confira:

1) O que é o Pena de Ouro?

Resposta: O Prémio Internacional Pena de Ouro é um concurso literário para contos e poemas que tem a intenção de ser um instrumento de reconhecimento de autores (contistas e poetas) ao mesmo tempo em que busca integrar toda a Lusofonia.

 

2) Já houve outras edições?

 

Resposta: Sim, a primeira edição foi realizada durante o ano de 2020 e a segunda, no ano de 2021.

 

3) Qual a periodicidade do Pena de Ouro?

Resposta: O Prémio Internacional Pena de Ouro é anual.

 

4) Quem pode participar?

Resposta: Qualquer pessoa que seja maior de idade em seu país de origem e escreva em Língua Portuguesa. Menores de idade deverão enviar autorização assinada por responsável legal.

5) Quais são as especificações dos textos?

 

Resposta: Na categoria CONTO, os textos podem ter entre 200 e 7500 palavras; devem ser enviados em arquivo do Word (extensão .doc ou .docx); com fonte Times New Roman, tamanho 12.

 

Na categoria POEMA, os textos devem ter, no máximo, 5 páginas (formato A4, padrão do Word), independentemente da distribuição do poema na página; devem ser enviados em arquivo do Word (extensão .doc ou .docx); a fonte é livre, bem como o seu tamanho (mas poderá ser adaptada, em caso de seleção e posterior edição em livro).

 

6) Devo colocar o título no arquivo do texto?

 

Resposta: Não há a obrigação, pois você já terá indicado o título ao preencher o formulário. Mas a organização prefere que se coloque.

 

7) Há necessidade de ineditismo do meu conto/poema?

 

Resposta: Não. A única exigência é que não haja contrato de exclusividade com terceiros.

 

8) Quem organiza o Pena de Ouro?

 

Resposta: A editora Casa Brasileira de Livros.

 

9) Como é feita a avaliação dos textos?

Resposta: Primeiramente, o organizador do Pena de Ouro e editor da Casa Brasileira de Livros, conhecido pelo seu nome artístico Cândido Luís Vasques, fica incumbido da tarefa de realizar a triagem dos textos iniciais e avaliação dos textos finais, podendo, para tanto, se valer de uma comissão maior de avaliadores, conforme necessidade e disponibilidade. Somente podem participar da comissão de avaliadores pessoas que sejam da área de Letras ou com destacada experiência no mundo editorial. O critério da avaliação é a qualidade e mérito literário de cada conto e poema, independentemente de estilo, tema e extensão. Os finalistas serão enviados para o júri internacional, que darão o veredicto final, soberano. Será solicitado a cada membro do júri internacional que avalie conforme o valor literário que seu juízo particular aprecie nos textos. As notas do júri serão de 0 (zero) a 10 (dez). O  resultado final será feito por média aritmética das notas dos jurados. A avaliação, portanto, será realizada em cinco etapas: (1) Pré-seleção geral, onde será feita uma triagem inicial dos textos; (2) Seleção de possíveis semifinalistas, a partir dos pré-selecionados; (3) Definição de semifinalistas; (4) Definição de finalistas; (5) Veredito do júri internacional.

10) E quem são os jurados convidados?

Resposta: A fim de fazermos uma avaliação consistente, convidamos jurados de vários países, com diferentes contextos sociais e culturais; diferentes estilos e diferentes histórias de vida. Todos unidos, entretanto, pelo fato de falarem a Língua Portuguesa e por se destacarem em seus trabalhos. São eles:

 — Tony Tcheka (Guiné-Bissau)

 — Vera Duarte Pina (Cabo Verde)

 — Orlando Piedade (São Tomé e Príncipe)

 — Rosa Soares (Angola)

 — Alvaro Taruma (Moçambique)

 — Gabriel Figueiraes (Brasil)

 — Sebastião Burnay (Portugal)

 — Saul Cabral Gomes Júnior (Brasil)

11) Qual é a premiação?

 

Resposta: No entendimento da organização, a principal “premiação” consiste no reconhecimento do selecionado.

 

Já em termos pecuniários, a premiação será:

 

— R$ 7.500,00 aos primeiros colocados de cada categoria (os quais receberão a denominação de “Pena de Ouro”).

 

— R$ 1.500,00 aos segundos colocados de cada categoria.

 

— R$ 1.000,00 aos terceiros colocados de cada categoria.

 

Um livro com os textos finalistas será editado. O livro dos semifinalistas poderá ser editado, mas sem participação obrigatória — ou seja, aqueles semifinalistas que desejarem assinar contratos de exclusividade com outras editoras ficarão livres e desembaraçados para tanto.

 

12) A Casa Brasileira de Livros (CBL) tem alguma relação com a Câmara Brasileira do Livro (CBL)?

Resposta: A Casa Brasileira de Livros, como muitas editoras, também se vale dos serviços da Câmara Brasileira do Livro. Fora isso, não há qualquer relação ou vínculo institucional. Trata-se apenas de uma coincidência de iniciais.

13) Quanto é a taxa de inscrição?

 

Resposta: A taxa de inscrição (geral) é de R$ 120,00 (cento e vinte reais). Porém, aqueles que fizerem a quitação da taxa de inscrição em outra moeda  que não o Real brasileiro —, poderão encontrar oscilações, conforme a oscilação do câmbio.

Acresce-se que, a fim de estimular a participação, aos cidadãos de Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau e Timor-Leste, será concedido um abatimento de parte da taxa, conforme cálculo realizado pela organização, baseado em quatro fatores:

I. A proporcionalidade do PIB per capita do Brasil em relação ao PIB per capita do país em questão aplicada ao valor da taxa de inscrição convertida em moeda local;

II. O IDH (se médio ou baixo);

III. A população (se inferior ou superior a dois milhões de habitantes);

IV. A necessidade de estímulo em razão do volume de participação no ano anterior dos cidadãos do país em questão;

Dessa forma, o valor da taxa de inscrição para os referidos países, também sujeito à variação do câmbio (dependendo do dia), pode ser baseado na seguinte relação:

Angola: 3100 kwanzas

Moçambique: 230 meticais

Cabo Verde: 450 escudos cabo-verdianos

São Tomé e Príncipe: 60000 dobras são-tomenses

Guiné-Bissau: 1900 XOF (Franco CFA da África Ocidental)

Timor-Leste: 300 Doit Timór-Leste nian

 

E, ainda, para facilitar a inclusão, no Brasil, beneficiários do Auxílio Brasil estão automaticamente isentos de 50% da taxa

14) Como faço para quitar a taxa de inscrição?

Resposta: Logo após o preenchimento do formulário de inscrição, serão indicadas as possibilidades de quitação da taxa.

 

Como o Pena de Ouro sedia-se no Brasil, aos brasileiros serão proporcionadas várias opções para quitar a taxa de inscrição, a saber: (1) Pix; (2) depósito ou transferência bancária; (3) cartão (em fase de testes); (4) boleto.

Já os não-brasileiros só podem quitar a taxa de inscrição por meio do PayPal.

 

15) Moro fora de Portugal, posso participar?

 

Resposta: Sim, claro!

 

16) Moro fora do Brasil, posso participar?

Resposta: Sim, claro!

 

17) Por morar no exterior, estou tendo problemas com o pagamento da inscrição, o que devo fazer?

Resposta: Entre em contato conosco.

 

Basta enviar um e-mail para atendimento@casabrasileiradelivros.com com o título “PROBLEMA – TAXA” (assim, em caixa alta) e buscaremos uma solução.

18) Sou funcionário público, posso participar?

 

Resposta: Sim. O Pena de Ouro não está vinculado a nenhuma instituição pública.

19) Qual é o prazo para se realizar a inscrição?

Resposta: As inscrições vão até as 23h59min do dia 23/10/2022.

 

20) Pode haver prorrogação das inscrições?

Resposta: Sim.

21) Posso me inscrever mais de uma vez?

Resposta: Sim, mas cada nova inscrição demanda um novo processo de inscrição, e, portanto, uma nova quitação de taxa.

 

22) Posso me inscrever em duas categorias?

Resposta: Sim.

23) O conto/poema pode ser em coautoria (ter mais de um autor)?

Resposta: Não. Ao contrário dos anos anteriores, neste ano a coautoria não será permitida.

24) “Prêmio” não se escreve com acento circunflexo?

Resposta: Desde a nossa primeira edição, muitos brasileiros nos perguntam isso. A verdade é que as duas grafias são corretas. Apesar de nossa origem brasileira, optamos por contemplar, em algumas palavras, a grafia usada por outros dos nossos irmãos lusófonos, o que reforça o caráter internacional e integrador do nosso prémio/prêmio.

E lembre-se, se tiver dúvidas, não hesite em nos chamar pelo e-mail: